Busca
Data  / 
Nome
GLOSSÁRIO
Angelus
Anjo
Jesus
Missa
Papa
Penitência
Santo

  SANTA MARGARIDA DE CORTONA

A penitência marcou a vida de Margarida que nasceu em 1247, em Alviano. Foi por causa de sua juventude, período em que experimentou todos os prazeres de uma vida voltada para as diversões mais irresponsáveis.

Margarida perdeu a mãe ainda muito criança. O pai casou-se de novo e a menina passou a sofrer duramente nas mãos da madrasta.
Sem apoio familiar, Margarida cresceu em meio a toda sorte de desordens, luxos e prazeres.

Tornou-se amante de um nobre muito rico e passou a desfrutar de sua fortuna. Um dia, porém, o homem foi vistoriar alguns terrenos dos quais era proprietário e foi assassinado.

Margarida só descobriu o corpo alguns dias depois, levada misteriosamente até ele pela cachorrinha de estimação que acompanhara o nobre na viagem.

Naquele momento, a moça teve o toque de arrependimento. Percebeu a inutilidade da vida que levava e voltou para a casa do pai, onde pretendia passar o resto na vida na penitência.

Para mostrar publicamente sua mudança de vida, compareceu à missa com uma corda amarrada ao pescoço e pediu desculpas a todos por seu passado. Só que sua atitude mexeu com os nervos da madrasta que conseguiu a expulsão de Margarida da paróquia.

Ela sofreu muito com isso e chegou a pensar em retomar sua vida de prazer e luxo. No entanto conseguiu manter-se firme na decisão religiosa procurando os franciscanos de Cortona. Mais tarde, ela conseguiu ser aceita na Ordem Terceira.

Para ser definitivamente incorporada à Ordem teria que passar por três anos de provação. Foi nesta época que infligiu a si mesma as mais duras penitências, que chegam a ser chamadas de extravagâncias nos escritos, onde se lê também que a atitude foi considerada uma tentação do demônio.

Seus superiores chegaram a impedi-la de exagerar nas penitências.

Aos vinte e três anos Santa Margarida de Cortona teve várias experiências místicas. Recebeu visitas do anjo da guarda, teve visões, revelações e até aparições de Jesus, com quem conversava com familiaridade.

Soube premonitoriamente quando a morte se aproximava e foi-se serena, em 1297.

Foi canonizada pelo Papa Bento XIII em 1728.

(© 1997-2002 Direitos reservados Pia Sociedade Filhas de São Paulo - www.paulinas.org.br)

  
  
webmaster@santamissa.com.br - direitos - responsabilidades
Todas as partes da celebração comentadas em detalhe. Preces para dar graças e para pedir a luz divina. Exemplos de vida cristã. Pérolas da sabedoria do Rei Salomão. Artigos e comentários atuais. Calcula as festas e datas móveis para qualquer dia e ano. Definição de termos usados no site.
A Missa diária para seu conforto espiritual.